‘Prévia’ do PIB do Banco Central registra crescimento de 0,49% em novembro

pib

‘Prévia’ do PIB do Banco Central registra crescimento de 0,49% em novembro

Entre janeiro e novembro, o IBC-Br teve alta de 0,97%. Estimativa do governo é que o PIB tenha registrado expansão de 1,1% em 2017; resultado será divulgado pelo IBGE em março.

O nível de atividade da economia brasileira continuou a registrar crescimento em novembro, segundo informações divulgadas pelo Banco Central nesta segunda-feira (15).

O chamado Índice de Atividade Econômica do BC (IBC-Br), considerado uma “prévia” do resultado do PIB, que é divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatístiva (IBGE), teve expansão de 0,49% em novembro, na comparação com outubro. O resultado foi calculado após ajuste sazonal (uma espécie de “compensação” para comparar períodos diferentes).

Quando comparado a novembro de 2016, o IBC-Br cresceu 2,82% (neste caso, sem ajuste sazonal).

Novembro foi o terceiro mês seguido de alta do indicador. O IBC-Br registrou crescimento em sete dos onze meses de 2017 (o resultado de dezembro será conhecido apenas em fevereiro de 2018).

Os números do BC mostram ainda que, de janeiro a novembro de 2017, o indicador do nível de atividade registrou uma expansão de 0,97%, sem o ajuste sazonal. Com o ajuste, o aumento foi de 1,06%.

No acumulado em 12 meses até novembro, a prévia do PIB (indicador dessazonalizado) do Banco Central registrou crescimento de 0,73% (sem ajuste, a alta é de 0,68%).

Produto Interno Bruto

O Produto Interno Bruto (PIB) é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país e serve para medir a evolução da economia.

Em 2016, o PIB teve uma retração de 3,6%. Para 2017, porém, o governo estima que a economia vai voltar a crescer. A expectativa é que a expansão seja de 1,1% e o resultado oficial será divulgado pelo IBGE em março.

Fonte: G1

Acesse nosso BLOG e veja todas as nossas publicações do site.

Compartilhe isso: