Copom deve manter Selic em 6,5% apesar de alta do dólar, indicam analistas

Selic em 6,5%

Selic em 6,5%

Apesar da alta do dólar, das incertezas eleitorais e da crise em outros mercados emergentes, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) vai manter, nesta quarta-feira, sua taxa básica de juros, a Selic, em 6,5%, segundo previsões de analistas.

Essa é a projeção média, há 16 semanas, de centenas de instituições financeiras e empresas consultadas pelo boletim Focus, do BC, que prevê uma alta dos juros a 8% em 2019.

As projeções se baseiam na baixa inflação, em um contexto de acentuada desaceleração econômica.

A greve dos caminhoneiros no fim de maio causou um forte aumento da inflação em junho (+1,26% em relação a maio), seguido por um refluxo em julho (+0,33%), antes de entrar em território negativo em agosto (-0,09%).

As projeções do mercado para este ano são de aumento do Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) de 4,09% – dentro da meta do BC, de 4,5%, com margem de tolerância de 1,5 ponto para cima e para baixo.

Esse cenário se dá apesar de o dólar estar beirando os R$ 4,20 há semanas, superando na semana passada seu recorde histórico (de R$ 4,166, registrados em janeiro de 2016) no fechamento dos mercados.

O BC reiniciou nesta segunda suas operações de swap cambial (compra de dólares no futuro) para conter uma nova escalada, alimentada pela ausência de um candidato pró-mercado entre os favoritos no primeiro turno das eleições presidenciais de 7 de outubro.

O presidente do BC, Ilan Goldfajn, descartou em junho recorrer às taxas para controlar o câmbio.

Essa política é sustentável “se o câmbio voltar para baixo”, mas já há analistas que preveem que o dólar chegue a 5 reais ainda neste ano, explica Sérgio Vale, da consultoria MB Associados.

“Essa volatilidade pode ficar mais duradoura”, e as empresas devem acabar repassando isso aos preços.

O BC interrompeu, em maio, um ciclo de 12 cortes da taxa Selic.

 

Fonte: IstoÉ Dinheiro

Acesse nosso BLOG e veja todas as nossas publicações do site.

Compartilhe isso: